Conecte-se conosco
Publicidade Publicidade

Sexo e Dor de Cabeça: Entendendo a PHASA e suas Implicações

Publicado às

em

Sexo e Dor de Cabeça: Entendendo a PHASA e suas Implicações
Imagem: Divulgação / Reprodução

A excitação sexual é um momento de prazer para a maioria das pessoas, mas para algumas, pode ser uma dor literal de cabeça. A Cefaleia Primária Associada à Atividade Sexual (PHASA) é uma condição complexa que merece uma análise mais aprofundada.


A PHASA é caracterizada por dores de cabeça ou no pescoço desencadeadas pela atividade sexual. Essas dores podem surgir gradualmente durante o ato ou atingir intensidade máxima antes ou durante o orgasmo. Além disso, para aqueles que já sofrem de enxaquecas ou dores de cabeça, a PHASA é mais comum.


Estudos sugerem que anormalidades nas veias ao redor da cabeça e do pescoço também podem desencadear dores de cabeça durante o sexo. Recentemente, um caso nos EUA chamou a atenção, quando uma mulher experimentou um sangramento cerebral após fazer sexo e, sem perceber, tomou aspirina para aliviar a dor, o que pode ter contribuído para o sangramento.

 

Surpreendentemente, sangramentos cerebrais durante o sexo são mais comuns do que se imagina, podendo ser desencadeados por outras formas de esforço físico também. Por exemplo, o esforço no banheiro, espirrar e até mesmo crises de riso podem desencadear um derrame.

 

Um fator de risco adicional é o Forame Patente Oval (PFO), um pequeno orifício no coração. Estudos mostram que o PFO está presente em muitos pacientes que sofrem derrames durante o sexo.

 

Uma pesquisa recente nos EUA analisou casos de hemorragia intracraniana durante o sexo, revelando que a maioria dos pacientes era do sexo masculino, com idade média de 50 anos. Além disso, cerca de trinta e um por cento desses pacientes tinham hipertensão.


O tratamento para dor de cabeça durante o sexo pode envolver o uso de medicamentos para hipertensão e, em alguns casos, sugestões para um papel mais "passivo" durante o ato. No entanto, é importante considerar exames adicionais para descartar problemas de saúde subjacentes potencialmente graves.


Embora muito ainda precise ser compreendido sobre os riscos associados à atividade sexual, a conscientização e a consulta médica são passos importantes para garantir a saúde e o bem-estar durante esses momentos íntimos.


Publicidade

Publicidade Publicidade

Leia Também