Conecte-se conosco
Publicidade Publicidade

Dois em Mato Grosso acusados de sequestro, tortura e assassinato são presos pela Polícia Civil

Publicado às

em

Dois em Mato Grosso acusados de sequestro, tortura e assassinato são presos pela Polícia Civil
Imagem: Divulgação / Reprodução

A Polícia Civil deflagrou a 9ª fase da Operação “Status Quo”, este fim de semana, em Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá), para cumprimento de dois mandados de prisão preventiva. A ação integra a operação “Erga Omnes”, que visa o combate à atuação de facções criminosas no estado. As ordens de prisões foram cumpridas contra dois autores do homicídio ocorrido no dia 25 de maio, em Tangará da Serra. 


Eles respondem por homicídio, roubo, corrupção de menores e cárcere privado. No dia do fato, três envolvidos (um adulto e dois adolescentes), foram presos pelos investigadores logo após cometerem o crime. Conforme apurado, a vítima foi sequestrada em sua residência e levada para uma região de mata onde foi amarrada, torturada e executada com golpes de faca. O crime foi motivado por disputa das facções.


Conforme o delegado Igor Sasaki, além de sequestrar, roubar e matar a vítima, os criminosos levaram os celulares dos seus familiares. Ainda na data do crime, um dos investigados foi surpreendido pela Polícia Civil, mantendo a esposa e filha da vítima em cárcere privado, enquanto os demais executavam a vítima.


“Na quinta-feira (30), mesmo sendo feriado de Corpus Christi, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva dos outros dois autores, que não foram presos em flagrante. No dia seguinte, sexta-feira (31), a representação foi deferida pela Justiça e os mandados rapidamente cumpridos pelos policiais civis”, destacou Igor Sasaki.


Publicidade

Publicidade Publicidade

Leia Também